Análise Ergonômica do Trabalho (AET)

A análise ergonômica do trabalho – AET – é um estudo realizado no ambiente de trabalho visando encontrar situações que possam dar origem as doenças ocupacionais decorrentes das cargas físicas e psicossociais do trabalho. É aplicada em postos de trabalhos administrativos e operacionais com potencial de causar danos à saúde.

A AET respeita os critérios da NR-17 que busca estudar a organização do trabalho (parcelamento das tarefas, gestão, normas de produção, ritmo de trabalho, pausas, rodízios, ciclos de atividades, dentre outros); formar estudo cinesiológico das posturas adotadas e dos movimentos executados nas diversas funções; e estudar a adequação do equipamento utilizado nas diversas funções, de acordo com as exigências das Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho. Para isso, são avaliadas as características psicofisiológicas dos trabalhadores e a utilização dos equipamentos de acordo com a atividade requerida.

Após a identificação das possíveis situações de risco, são recomendadas medidas gerais e específicas, adequando as atividades exercidas na empresa, às normas regulamentadoras de segurança e saúde do trabalhador, exigidas na NR – 17. Isso, por sua vez, permitirá à empresa, adotar medidas preventivas e corretivas de uma forma mais fundamentada, o que auxiliará, de forma significativa, na reavaliação e monitoramento dos resultados após as mudanças nos postos de trabalho.

evolucao aet

aet 1

aet 2